INTERNACIONALIZAÇÃO

Edital para intercâmbio de professor francês será primeiro projeto da cooperação entre as instituições

Reitora da Universidade de Brasília, Márcia Abrahão, e a embaixadora da França no Brasil, Brigitte Collet, assinam acordo de cooperação. Foto: Ascom/UnB

 

Fortalecer o intercâmbio científico-acadêmico entre pesquisadores e ampliar a colaboração na grande área de humanidades são os principais objetivos da Cátedra Franco-Brasileira de Altos Estudos em Ciências Humanas e Sociais. Para a concretização da cátedra, a reitora da Universidade de Brasília (UnB), Márcia Abrahão, e a embaixadora da França no Brasil, Brigitte Collet, assinaram um acordo de cooperação nesta terça-feira (7), na Embaixada da França.

 

“As parcerias internacionais constituem um instrumento fundamental no compartilhamento de informações, na produção conjunta, assim como na formação de recursos humanos e capacitação profissional dos pesquisadores”, disse a reitora Márcia Abrahão. Em 2022, será lançado um edital para que a UnB receba um professor visitante francês. Em 2023, um pesquisador da UnB participará do intercâmbio.

 

“Essa cátedra vai estimular o intercâmbio de professores pesquisadores entre instituições de ensino superior e de pesquisa francesas e brasileiras e, com isso, criar e estruturar vínculos duradouros entre elas”, afirmou a embaixadora Brigitte Collet.

 

Em termos de cooperação internacional, a França é a maior parceira da UnB, com 48 acordos vigentes, o que representa cerca de 20% das parcerias internacionais, além de 13 acordos em fase de tramitação. Com a cátedra, a ideia é fortalecer ainda mais a cooperação entre os países, com publicações conjuntas, organização de seminários e cursos em programas de pós-graduação, além de formação de recursos humanos. “Trará um impacto positivo nos indicadores acadêmicos e de internacionalização da Universidade”, comenta o vice-reitor da UnB, Enrique Huelva.

 

Diferentemente de outras cátedras, que funcionam sob a coordenação de uma unidade acadêmica específica, esta será compartilhada entre as unidades de humanidades. A coordenação anual será definida por representante da Embaixada da França junto com o Comitê Gestor, composto por reitora, vice-reitor, assessora da vice-reitoria, decanatos de Pós-Graduação e Pesquisa e Inovação, além da Secretaria de Assuntos Internacionais e três representantes dos institutos de Ciências Sociais e Letras e da Faculdade de Direito.

 

A UnB tem diversas iniciativas de cooperação firmadas com instituições francesas: Centro Nacional da Pesquisa Científica, Instituto de Ciências Políticas de Paris, Instituto de Ciências Políticas de Rennes, Universidade da Bourgogne, Universidade de La Rochelle e Universidade de Nantes, entre outras.

 

Vale destacar que em 2018 foi firmado o acordoque criou a Casa Franco-Brasileira da Ciência. Em abril de 2021, realizou-se a 2ª Jornada de Jovens Pesquisadores em Ciências Humanas e Sociais, evento que antecipou a criação agora da Cátedra Franco-Brasileira de Altos Estudos em Ciências Humanas e Sociais.

 

Leia também:

>> Premiação do Congresso de Iniciação Científica celebra destaques na pesquisa

>> Estudante da UnB ganha prêmio por projeto focado em melhorias dos serviços de saúde

>> Consuni concede título de Doutor Honoris Causa a Ailton Krenak

>> Informe sobre instabilidade no Sigaa

>> UnB firma acordo com TST para desenvolvimento de ferramentas de inteligência artificial

>> Discentes da UnB organizam congresso que debate impactos da pandemia no futuro da pesquisa

>> Pesquisa investiga manifestações bucais em pacientes que se recuperaram de covid-19

>> Diretoria da SBPC visita UnB para alinhar reunião de 2022

>> UnB volta a ofertar disciplinas esportivas no Centro Olímpico

>> Estudantes devem fazer matrícula em disciplinas de graduação até 6 de dezembro

>> Guias ajudam a garantir a segurança da comunidade no retorno presencial

>> Saiba como comunicar suspeitas e casos de covid-19 à Universidade

>> UnB em Ação: um ano de ações sistemáticas de combate à pandemia

>> Nova funcionalidade do app Guardiões da Saúde facilita o monitoramento de casos de covid-19 na UnB

>> UnB divulga guia de recomendações para prevenção e controle da covid-19

>> DPI lança portfólio e painéis com dados sobre infraestrutura de pesquisa e inovação da UnB

>> Webinário apresenta à sociedade projetos de combate à covid-19

>> Copei divulga orientações para trabalho em laboratórios da UnB durante a pandemia de covid-19

>> Coes publica cartilha com orientações em caso de contágio pelo novo coronavírus

>> UnB cria fundo para doações de combate à covid-19

ATENÇÃO – As informações, as fotos e os textos podem ser usados e reproduzidos, integral ou parcialmente, desde que a fonte seja devidamente citada e que não haja alteração de sentido em seus conteúdos. Crédito para textos: nome do repórter/Secom UnB ou Secom UnB. Crédito para fotos: nome do fotógrafo/Secom UnB.