RECONHECIMENTO

Quatro projetos experimentais apresentados pela Faculdade de Comunicação na exposição foram contemplados

 

Foto: Divulgação/Intercom Centro-Oeste

 

Na última Exposição de Pesquisa Experimental em Comunicação Centro-Oeste 2016 (Expocom), a Faculdade de Comunicação (FAC) da UnB teve quatro projetos premiados: o curta-metragem Lúcia e o ensaio fotográficoDeusxs - mito do gênero, de alunos do curso de Publicidade e Propaganda, a reportagem radiofônica Cidadezinha Qualquer, de estudantes de Jornalismo, e o documentário de um graduando do curso de Audiovisual Por uma escola dos sonhos.

 

A Expocom – organizada pela Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação (Intercom) – condecora trabalhos realizados sob orientação e/ou supervisão de docentes, dentro do espaço acadêmico e no âmbito de disciplinas do currículo da graduação em comunicação. O diretor da FAC, Fernando Oliveira Paulino, explica a importância das premiações para a faculdade. “Participar de prêmios e ver os trabalhos de professores, alunos e técnicos serem reconhecidos aumenta nosso entusiasmo e nossa responsabilidade de aprimorar continuamente”, avalia.

 

O diretor também foi orientador do documentário Por uma escola dos sonhos, trabalho de conclusão de curso (TCC) da aluna Ana Carolina Resende, premiado após concorrer com outros cinco projetos da região Centro-Oeste inscritos na categoria Filme de Não Ficção. A obra expõe formas educacionais alternativas, por meio de depoimentos de professores especializados na área. “O curta explica a necessidade de um novo olhar para a educação em que o estudante tenha a possibilidade de desenvolver sua autonomia em seu processo de aprendizagem”, explica a autora.

 

Ana Carolina acredita que seu trabalho possa ajudar a mudar a mentalidade de alunos e professores por provocar uma discussão sobre o assunto. A aluna também conta a sensação de ter sido condecorada. ”Foi extremamente gratificante! É ótimo ter um trabalho, no qual me esforcei e me dediquei, reconhecido e premiado em um evento importante em nossa área, como o da Intercom.”

 

Ana Carolina Resende, aluna de Audiovisual. Foto: Divulgação/Intercom Centro-Oeste

 

Outros dois projetos contemplados pela Expocom são produtos da disciplina Laboratório de Publicidade e Propaganda e foram produzidos pelas turmas do primeiro e do segundo semestres de 2015, orientados pelo professor Wagner Rizzo – e, no caso do segundo, também pela professora Selma Oliveira. “O objetivo pedagógico dos projetos é possibilitar uma vivência em profundidade no território da expressividade individual e em grupo. Orientar exige um cuidadoso e criterioso planejamento didático-metodológico que objetiva o ensino, a experimentação e o aprendizado de nossos alunos”, explica Rizzo.

 

Maiara Martins e Luiza Salvagni, do Laboratório de Publicidade e Propaganda da FAC Foto: Divulgação/Intercom Centro-Oeste

 

Representantes da turma do primeiro semestre do ano passado, Júlia Facure e Gleydson Lima expuseram o ensaio fotográfico Deusxs – mito do gênero, que trabalhou com a ressignificação do gênero de 12 deuses gregos. "Trabalhamos com corpos abjetos na representação do discurso publicitário como mulheres, trans, gordas, negras, homens muito magros e mais femininos", explica Gleydson. O projeto foi o vencedor da categoria Ensaio Fotográfico Artístico.

 

Já a turma do segundo semestre, representada pelas alunas Luiza Salvagni e Maiara Martins, apresentou o curta metragem Lúcia, que é parte do trabalho Das Coisas Nascem Coisas. A película concorreu com outras duas na categoria Filme de Animação. Segundo Luiza, o curta ajudou a aprimorar a técnica de produzir um stop motion*. “Nós fizemos manualmente todos os personagens e o cenário, assim como trilha sonora, iluminação, direção de arte e pós-produção”, conta. “Dar vida a objetos inanimados e ver o resultado é uma mágica. Conseguimos o que não é muito comum nas agências de publicidade: aproveitar e curtir cada detalhe”, completa Maiara.

 

Foto: Divulgação/Cidadezinha Qualquer

 

O projeto de Jornalismo premiado foi a série de seis reportagens radiofônicas  Cidadezinha Qualquer, produzida também como TCC pelos alunos Fernando Jordão e Gustavo Garcia. As reportagens relatam o dia a dia em seis das menores cidades de Goiás: São Patrício, Lagoa Santa, São João da Paraúna, Moiporá, Cachoeira de Goiás e Anhanguera, todas com menos de dois mil habitantes, de acordo com o censo do IBGE de 2010. Os estudantes percorreram 4.231 km ao longo de 16 dias não consecutivos.

 

Jordão acredita que a série pode contribuir socialmente. “Tudo que revela o desconhecido acrescenta algo na sociedade. No mínimo, quem ouve a série Cidadezinha Qualquer toma ciência da existência desses pequenos municípios goianos e de suas realidades”, avalia. Ao falarem sobre o resultado da Expocom, os estudantes agradecem. “Nós dedicamos esse prêmio a todos os moradores que abriram as portas de suas casas e contaram suas histórias para dois estudantes sedentos por bons relatos de vida e, também, por água, no calor e na seca do cerrado brasileiro”, relembra Garcia.

*Stop Motion é uma técnica de animação muito usada, com recursos de uma máquina fotográfica ou de um computador, que utiliza modelos reais em diversos materiais que são movimentados e fotografados quadro a quadro e depois montados em sequência criando a impressão de movimento.

Palavras-chave