ACOLHIMENTO

Até 5 de julho, estudantes podem se inscrever para participar como tutores voluntários ou bolsistas

Inscrições seguem até 5 de julho. Imagem: Divulgação

 

Está em vigência o prazo para estudante de graduação inscrever-se como tutor especial do programaRaízes. A iniciativa do Decanato de Ensino de Graduação (DEG) para auxiliar os estudantes indígenas, estrangeiros do PEC-G e refugiados matriculados nos cursos de graduação na UnB está em sua quarta edição.

A proposta é treinar alunos de graduação para que atuem como facilitadores no desenvolvimento acadêmico e na integração social e cultural de integrantes dos grupos mencionados.

O decano de Ensino de Graduação, Sérgio de Freitas, ressalta que a estratégia busca garantir tranquilidade a estudantes que costumam enfrentar dificuldades de adaptação ao ambiente acadêmico e com o idioma.

“Acreditamos que o estudante tutor pode se beneficiar muito com essa oportunidade de intercâmbio cultural, além de ajudar no acompanhamento acadêmico dos colegas”, pontua. Sérgio lembra que a atividade de tutoria também proporciona melhoria na qualidade do ensino e da aprendizagem, reduzindo índices de evasão e retenção na UnB.

Neste segundo semestre de 2019, ingressam na graduação 84 novos estudantes indígenas, aprovados em vestibular específico, realizado a partir de convênio da Universidade com a Fundação Nacional do Índio (Funai). Por isso, a seleção de tutores em curso ganha ainda mais relevância.

>> Acesse aqui o edital

COMO PARTICIPAR Para se candidatar à vaga de tutor no programa Raízes, o graduando precisa estar regularmente matriculado na UnB e ter 12 horas semanais disponíveis para as atividades do projeto. Além disso, é necessário ter completado pelo menos 25% (e no máximo 80%) do curso no qual está matriculado. O Índice de Rendimento Acadêmico (IRA) deve ser igual ou superior a 3,5. Também é exigido dos candidatos que não possuam vínculos empregatícios ou recebam bolsas, com exceção da assistência estudantil.

Há oportunidades para tutores voluntários e bolsistas. Para esses últimos, o valor da bolsa é de 2 mil reais, paga em cinco parcelas de R$ 400 durante os cinco meses de vigência desta edição do programa.

Ao fim da fase de classificação, serão convocados para treinamento 30 tutores bolsistas e 30 tutores voluntários. Cada tutor poderá acompanhar, no máximo, três estudantes. Os convocados passarão por um curso, em que serão explicadas as diretrizes do sistema acadêmico e as principais dificuldades pelas quais os acolhidos costumam passar.

As inscrições seguem até 5 de julho. A lista de classificação deve sair no dia 8. O resultado final está previsto para 11 de julho, e o início dos treinamentos, em 16 de julho. Para saber mais, acesse a íntegra do edital na página do DEG.

ATENÇÃO – As informações, as fotos e os textos podem ser usados e reproduzidos, integral ou parcialmente, desde que a fonte seja devidamente citada e que não haja alteração de sentido em seus conteúdos. Crédito para textos: nome do repórter/Secom UnB ou Secom UnB. Crédito para fotos: nome do fotógrafo/Secom UnB.