DEBATE

Atividades vão de 4 a 8 de dezembro. Evento aborda eficiência de serviços públicos enquanto ferramentas de construção de direitos sociais e individuais

 

Em meio a uma crise democrática, com indicativos de colapso dos avanços sociais obtidos nas últimas décadas, o II Encontro Nacional de Ensino e Pesquisa do Campo de Públicas(ENEPCP) pretende lançar luz sobre desafios e perspectivas das políticas públicas no Brasil. Sob o tema Democracia e Direitos: Dimensões das políticas públicas e sociais, o evento promove cinco dias de programação, a partir desta segunda-feira (4).

 

Há atividades previstas para diversos pontos do campus Darcy Ribeiro: nas dependências da Associação dos Docentes da Universidade de Brasília (ADUnB), do Centro de Excelência em Turismo (CET) e da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), durante o dia e à noite.

 

“Apesar dos avanços obtidos nas políticas públicas nos últimos dez anos, ainda é necessário aperfeiçoá-las para superar déficits históricos de cidadania política e social no Brasil”, diz Magda de Lima Lúcio, professora do Departamento de Gestão de Politicas Públicas (GPP/Face) e presidente da Associação Nacional de Ensino e Pesquisa no Campo de Públicas (ANEPCP), que promove o evento. “Uma vez que democracia e direitos não representam conquistas definitivas, é importante que esses temas continuem em nossas agendas”, complementa a docente. 

 

O encontro é destinado a profissionais, pesquisadores, docentes e discentes de graduação e pós-graduação, que poderão se reunir em conferências, mesas-redondas e sessões temáticas e livres. Um dos destaques da programação será a palestra de abertura, com participação da cientista política Charlotte Halpern, do Instituto de Estudos Políticos de Paris, e do sociólogo Eduardo Paz Rada, da Universidade Maior de San Andrés, na Bolívia. 

 

Atrações culturais, como exposição fotográfica, rodas de conversas, cine-debate e sarau compõem a programação. Asinscrições são pagas e podem ser realizadas pela internet ou no momento do credenciamento, na segunda-feira (4), na ADUnB, ou na terça (5), na Fiocruz.

 

 

 

*Estagiária de Jornalismo na Secom/UnB.

ATENÇÃO – As informações, as fotos e os textos podem ser usados e reproduzidos, integral ou parcialmente, desde que a fonte seja devidamente citada e que não haja alteração de sentido em seus conteúdos. Crédito para textos: nome do repórter/Secom UnB ou Secom UnB. Crédito para fotos: nome do fotógrafo/Secom UnB.